SEJAM BEM VINDOS

NOTICIAS

Fugitivo da cadeia pública de Arenápolis se arrepende e se entrega!

NOTICIAS, POLICIAL
Nesta quinta-feira (02/07/2020), um dos fugitivos da cadeia pública de Arenápolis, se apresentou logo no primeiro horário na delegacia de Polícia de Arenápolis. JOSE CRISTHIAN SOARES DE ALMEIDA, é um dos nove fugitivos, da fuga que foi realizada no dia 28/06. Jotão como é conhecido se apresentou com uma Advogada de Arenápolis, o mesmo alega ter se arrependido da fuga. Por: Atual Mt
MOTIM EM ROSÁRIO OESTE: Após destruírem presídio, reeducandos foram transferidos

MOTIM EM ROSÁRIO OESTE: Após destruírem presídio, reeducandos foram transferidos

NOTICIAS, POLICIAL
Após promoverem uma destruição total no interior da cadeia pública de Rosário Oeste e serem contidos pelos Policiais Penais que estavam de plantão na unidade prisional, 54 reeducandos foram transferidos ainda na noite de domingo (28/06/2020) de Rosário Oeste. Segundo informações, os reeducandos que pertencem a facções criminais e os que são de alta periculosidade foram transferidos para a Penitenciária Central do Estado (PCE). Os reeducandos que cometeram crimes sexuais e os que estão em idade avançada foram transferidos para o Centro de Ressocialização de Cuiabá. Ficaram na cadeia pública apenas 8 reeducandos que são considerados menos perigosos e que receberam permissão para fazer trabalhos extra-muro. Eles vão auxiliar na reconstrução da unidade prisional de Rosário Oeste. P
PEC APROVADA :Câmara dos Deputados pode votar hoje proposta que adia eleições 2020

PEC APROVADA :Câmara dos Deputados pode votar hoje proposta que adia eleições 2020

NOTICIAS, SAÚDE
A Câmara dos Deputados pode votar, hoje (1º), a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 18/20 que trata do adiamento das eleições municipais de 2020, devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19). A proposta, aprovada na semana passada no Senado, é o único item da pauta da sessão marcada para a tarde desta quarta-feira (1º). A PEC prevê que o pleito seja realizado nos dias 15 e 29 de novembro, em vez das datas oficiais de 4 e 25 de outubro. Além da alteração nas datas de realização do pleito, o texto também estabelece novas datas para outras etapas do processo eleitoral de 2020, como registro de candidaturas e o início da propaganda eleitoral gratuita.L Na segunda-feira (29), o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que ainda não havia acordo na Ca
Após 185 anos de Parlamento, deputadas de MT passam a ter direito à licença-maternidade

Após 185 anos de Parlamento, deputadas de MT passam a ter direito à licença-maternidade

NOTICIAS, POLÍTICA
Após 185 anos de instalação do Parlamento estadual de Mato Grosso, deputadas em exercício de mandato passam a ter o direito à licença -maternidade garantido. De autoria do deputado João Batista (PROS), a Proposta de Emenda Constitucional nº 90 ao artigo 38 da Constituição Estadual, foi aprovada pelo Parlamento e publicada na ultima sexta feira (26.06) em diário oficial. Com a publicação, entra em vigor o artigo 32A. Consta do artigo agora publicado que ‘será concedida licença-maternidade à deputada, com duração de 180 dias consecutivos e, ao deputado, licença-paternidade com duração de 5 dias consecutivos, sem perda do subsídio aos parlamentares’. A deputada estadual Janaina Riva (MDB), que pela segunda legislatura é única mulher no Parlamento estadual e agora encontra-se no sétimo mê
Senadores de MT aprovam combate a fake news

Senadores de MT aprovam combate a fake news

NOTICIAS, POLÍTICA
O Senado aprovou ontem terça (30), em sessão deliberativa remota, o projeto de lei de combate a fake News. Os três senadores de Mato Grosso votaram sim, favoráveis a um limite para disseminação de notícias sem procedência.O PL 2.630/2020 cria a Lei Brasileira de Liberdade, Responsabilidade e Transparência na Internet, com normas para as redes sociais e serviços de mensagem como WhatsApp e Telegram. A intenção é evitar notícias falsas que possam causar danos individuais ou coletivos e à democracia. O texto segue para a Câmara dos Deputados.Na rede, Jayme Campos (DEM) postou que "o objetivo da proposta é garantir ao cidadão de bem seu direito de expressão e proteger sua liberdade de comunicação". Mas também "coibir abusos e impor limites legais a quem insiste em acreditar que a internet