SEJAM BEM VINDOS

Fazendeiros de MT estão entre os que mais desmataram a Amazônia

A Revista Veja veiculou uma reportagem exclusiva nesta semana, revelando que quatro produtores mato-grossenses compõem a lista dos dez fazendeiros que mais desmataram a floresta amazônica entre agosto de 2019 a julho de 2020. O primeiro da lista é Édio Nogueira, dono da Fazenda Cristo Rei, em Paranatinga (373 Km de Cuiabá). 

Conforme apurações, Édio já foi multado em R$ 50 milhões após ter desmatado 24 mil hectares. O segundo lugar da lista pertence a um outro fazendeiro também de Paranatinga, Ilto José Mainardi, que já foi autuado em 2019 pelo desmatamento de 4,4 mil hectares, equivalente ao valor de R$ 33,3 milhões.

Outros nomes presentes na lista são Silvio Som Cruz e Silva, no 4º lugar, e Cleudes Santos de Oliveira, em 5º Silvio possui propriedades em Feliz Natal (536 km de Cuiabá), e já desmatou 2.344 hectares, segundo a Veja, resultando em uma multa de R$ 17,5 milhões. Já Cleudes, também é residente de Paranatinga e desmatou 1.875 hectares, gerando uma multa de R$ 14 milhões. 

Por: Eduardo Ghirotto e Eduardo Gonçalves 

5 minutos