SEJAM BEM VINDOS

MEU BICHO: Sete coisas que irritam os cães

De agarramentos a olho no olho, passando por brincadeiras bruscas de crianças e comportamentos inconsistentes: veja se você, mesmo sem querer, não está tirando seu cachorro do sério

Apesar do nosso amor pelos cães, nós, seres humanos, às vezes fazemos coisas que os tiram do sério. Embora quase sempre não sejam intencionais, essas coisas podem, no entanto, ser irritantes ou mesmo prejudiciais.

Assim como muitos cães não compreendem inicialmente que certos comportamentos podem nos incomodar – cheirar uma pessoa em suas “partes íntimas” ou saltar sobre estranhos, por exemplo – nós também cometemos gafes odiadas por nossos amados cachorros.

Será que você faz alguma dessas coisas?

1. Olhar fixamente!
Para um cachorro, o olhar muitas vezes se traduz em desafio. A última coisa que você deve fazer é olhar muito tempo para um cão. Em vez disso, o encare por poucos segundos e depois desvie o olhar. E nunca olhe nos olhos de um cachorro que parece preocupado, nervoso ou agressivo!

2. Abraços
Seu cachorro provavelmente não se importará com seus abraços regulares. Mas muitos cães ficam irritados com apertos, especialmente de estranhos ou de crianças. Ao contrário dos primatas, os caninos não têm histórico social de se agarrar para demonstrar carinho. Na verdade, quando um cão coloca suas patas ou partes do corpo em outro cachorro, geralmente está tentando dominá-lo ou controlá-lo. Então, a menos que seu cão realmente ame ser abraçado, diga a amigos e familiares que optem por carinhos mais suaves.

3. Gritos
Gritar é interpretado pelo seu cão como um latido irritado, o que significa problemas. Em vez de gritar, mantenha a calma e opte por um tom profundo e suave, sinalizando algo como: “Ei, eu gostaria da sua atenção”. Já um tom alegre significará “Bom trabalho!” Ou “Vamos brincar”. Ao ajustar o tom vocal em vez do volume, você terá a atenção do seu cão, sem ser irritante ou assustá-lo.

4. Provocação
As crianças podem ser especialmente irritantes na arte de provocar um cachorro. Sair latindo atrás deles uma cerca, puxar as caudas ou as orelhas, ou mesmo tentar provocá-lo fisicamente certamente podem deixar os cães tímidos, inseguros ou até agressivos. Tirar o prato de um cão enquanto ele come, não deixá-lo pegar o brinquedo, ou apontar aquelas lanternas de laser infinitamente vão tirar o cachorro do sério.

 

5. Parques lotados
Muitos cães ficam irritados ou defensivos quando jogados em um parque cheio de muitos cães estranhos. Pense em ser repentinamente jogado em um elevador com 20 pessoas e você terá uma ideia… Se o seu cão é sociável, ela deve se dar bem com seis ou sete outros da espécie, desde que o espaço seja apropriado o suficiente, e os cães sejam bem educados. Mas aumente os números ou reduza o espaço e você quase certamente verá o estresse, com sinais como orelhas para cima, cauda baixa, bocejo e até mesmo brigas ocasionais.

6. Sono interrompido
Eu estava sonhando, cara! Todo cachorro odeia ser despertado de repente. Cães mais velhos, especialmente, que tendem a dormir mais profundamente, e aqueles cuja audição está prejudicada, podem ficar assustados com o súbito despertar.

7. Inconsistência
Preste atenção:  você geralmente convida seu Golden Retriever para pular em você quando chegar em casa do trabalho. Mas quando sua mãe vem visitá-lo, você castiga o cachorro por fazer exatamente o mesmo com ela. Essa discrepância confunde cães, que não conseguem descobrir o que você quer que eles façam. Para evitar isso, decida exatamente sobre o que você quer e não quer que seu cão faça. Se o salto não for permitido, o comportamento nunca deve ser tolerado. Se pedir comida não for desejável, nunca ofereça comida do seu prato. Seja o mais consistente possível com as regras.

 

Fonte: Correio Braziliense